segunda-feira, 12 de agosto de 2013

invejosa



riso largo. 
olhos pequeninhos. e preparados.
grande, alto, homem. homem, homem, sabe. daqueles que a gente abraça e encosta a cabeça no peito. ai, coisa boa.
queria saber o que essa criatura viu naquela Pequena. guria esquisita, diferente. pra gostosa, ainda falta muito. como ela mesma diz “pode me chamar de interessante, mas de bonita, é pegadinha”. não sei o que ela tem que eu não tenho.
curiosa, entro no facebook dele e o festival de mulherões assusta. será que não assusta aquela baixinha abusada, hein? é abraço num loiraço, é riso com uma ruivona, é cerveja entre duas lindas escrachadas. dá vontade se enforcar depois de acessar as fotos. e ele ainda insiste nela. Imagino a cara de surpresa dessasinhas montadas no salto ao imaginar esse pedaço de homem largando o mundo, pegando um avião para passar algumas horas com ela, ela e suas sapatilhas coloridas.
“tô loco pra te ver”. ela me mostra a mensagem que ele manda pra ela pelo whats, seguida por uma foto sorridente, sem camisa, numa praia paradisíaca. “guria tonta, esse ‘tô loco pra te ver’ deve ir pra tantas e ela ainda se ri toda dentro desse corpo pequeno, esquisito e rabiscado”, penso eu, mergulhada na minha inveja chuvosa. que ninguém me escute, mas, se eu fosse um desses ouvidos a lerem essa mensagem, também me derreteria e não estaria nem aí se eu não fosse a única. me esbaldaria naquele sorriso convidativo. me entregaria sem pensar em nada, só sentir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário