quarta-feira, 23 de março de 2011

essência



sólo se trata de caminar, vas caminando, no hay nada más... vas ensayando la música, vas escribiendo tu libro... é o que o meu sempre Fito me grita pelas minhas vagabundas caixas de som... paro e penso: por que diabos levantei da cama hoje?

tantas respostas... quero renovar minhas esperanças, terminar de revisar um livro para tão logo começar outro, quero me tornar uma pessoa melhor, quero aprender, quero sentir, quero resolver minhas equações, "exclamacionar" minhas interrogações e criar novas... quero caminhar, caminar...

tantas e tantas vezes já escrevi sobre não questionar-se tanto acerca das coisas, sobre deixar o tempo falar, sobre caminar y nada más e tantas e tantas vezes se faz necessário lembrar do quanto é preciso policiar-se para não se questionar demais e, assim, fazer com que o encanto perca o sentido... o arco-íris da vida está apenas no caminhar, sem grandes conclusões, sem mirabolantes e ambiciosos planejamentos... para que um livro tenha pé e cabeça, é preciso escrevê-lo página por página, e não escrever na página 27 o é planejado para a página 28... corre-se o risco de perder a velhinha na janela a refletir, o gosto do café cremoso pela manhã, o casal trocando amor no carro ao lado, o rabo do cachorro a festejar nossa existência, o beijo de bom dia de mãe, o morango doce da sobremesa.

para viver o hoje, para caminhar sem tropeçar no ontem, é preciso alimentar a essência com muito amor, segurança, harmonia e literal essência... estou tratando de fazer isso com cada conflito que aparece nesta minha cabeça cheia de brincos e neste meu coração tão estufado de amor...

o dia que eu me perguntar o motivo de eu ter levantado o meu corpo da cama e ter despertado o meu espírito do inconsciente será o dia que a minha essência estará gritando por socorro por falta de recheio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário